Stock Brazil

Blog

Blog / OLivia e A Arte da Perfumaria

OLivia e A Arte da Perfumaria

Presente na história da humanidade desde os tempos mais remotos, os perfumes já foram substâncias sagradas, medicinais, terapêuticas e comésticas.
A perfumaria em si é uma arte e os registros mais antigos datam de 2.000 anos a.C., no Egito Antigo. Usados pelos faraós, os unguentos perfumados foram se tornando populares e os egípcios compartilharam seus conhecimentos com os assírios, babilônicos, caldeus, hebreus, persas e gregos.




Na bíblia dos católicos, as essências perfumadas foram os presentes dados pelos 3 reis magos à Jesus quando de seu nascimento. A palavra perfume deriva do latim per fumum, que significa pela fumaça. A queima de ervas perfumadas é uma prática secular e está presente em quase todas as religiões.
No Brasil a arte da perfumaria chegou com a família real, em 1808, que trouxe para cá os hábitos das cortes européias. A indústria da perfumaria contudo só surgiu por aqui nos século XIX.




O perfume é uma poderosa arma de sedução. Certa vez perguntaram a Coco Chanel onde uma mulher deve usar perfume e ela respondeu: "Onde ela quiser ser beijada".
O designer inglês Clive Christian, criador do perfume mais caro do mundo, afirma que "Perfume é uma forma de arte. No mesmo gênero como a música e a pintura. Requer talento, expertise e, acima de tudo, paixão.”
Se as propriedades terapeuticas das essências aromáticas ainda dão margem a discussões, inegável é o fascínio que exercem sobre quase todas as pessoas.
No Brasil, em 2017, o mercado de perfumes movimentou 5,7 bilhões de dólares e é o melhor mercado do mundo para o segmento, segundo a revista Forbes, crescendo a cada ano sem se abalar com a crise.
Embora as grandes marcas importadas sejam a motivação inspiracional dos consumidores, 93% do mercado de perfumes no país está nas mãos da indústria nacional, com a liderança disputada pelas marcas O Boticário e Natura.
No entanto, seguindo a tendência mundial de produtos artesanais, veganos e cruelty free, marcas surgem no mercado alternativo para atender esse público diferenciado.

 




O empresário Francisco Celli, dono da empresa de embalagens Ideia de Papel, despertou sua paixão pelos perfumes quando foi chamado para desenvolver as embalagens de uma conceituada marca do mercado.
Depois de alguns anos fazendo cursos e estudando o mercado, criou a marca Olivia que chega trazendo produtos artesanais de altíssima qualidade e refinamento, produzidos usando técnicas milenares, utilizando essências rigorosamente selecionadas e com embalagens que são verdadeiras obras de arte. Tudo isso feito de forma sustentável, sem utilizar ítens de origem animal ou que tenham sido testados em animais.

 




A linha completa é composta por colônias, sabonetes e cremes, se estendendo também para velas, difusores perfumados para ambientes, sachês e até um caderninho perfumado. Outro diferencial: Todos os ítens da marca são produzidos em edição limitada.

 




Pronta para ocupar seu espaço em um mercado tão competitivo, a marca Olivia está em fase de lançamento e sendo apresentada ao público em feiras e eventos relacionados ao segmento de perfumaria e cosmética ou ao seu público alvo, pessoas de bom gosto e que seguem ou apreciam a filosofia vegana.

 



 



 




Neste sábado, 21 de julho, a Olivia Inspiração Botânica é o convidado da semana no #ArteNoBistrô, dentro da programação do #SantoSábado do Stock Brazil Bistrô. Venha conhecer e se apaixonar pelos maravilhosos produtos desta marca. 

 





Compartilhe em suas redes:

Pesquisar

Últimos Artigos